Ficha - Masato de Peixes

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ficha - Masato de Peixes

Mensagem por Masato em Dom Abr 12, 2015 1:47 pm


Personagem

Nome: Masato Lamperouge
Idade: 18 anos
Sexo: Masculino
Signo: Peixes
Veste: Armadura de Ouro de Peixes



Aparência: Um jovem comum, sendo que sua altura e peso seria realmente normal para sua idade, 1.82 centímetros de altura e 72kg. Masato possui uma bela aparência, apesar de não se importar pra esse tipo de coisa. Seus cabelos são brancos como a neve em ascensão no frio do inverno, a altura destes chega um pouco abaixo de seu pescoço e, seus olhos, possuem uma cor parecida á de seus cabelos, sendo um pouco mais escuros. Seu corpo é muito bem definido devido aos treinamentos. Sua pele é branca, um pouco pálida. Quando não está com sua armadura costuma vestir uma camisa branca, calça e tênis pretos, com um casaco longo azul por cima da camisa. Tem extremo apego a sua armadura, deixando-a sempre que possível bastante limpa, o mesmo vale para a capa que quase sempre usa.

Desde que Masato se lembra, o garoto sempre esteve com um colar, tal colar é a única coisa que sempre esteve com o menino, então ele guarda extremo carinho pelo objeto, tal afeto é devido à Masato acreditar que o colar foi presente de sua mãe.




Psicológico:  Masato é muito calmo, tão calmo que chega a perder-se eu seus pensamentos, distante, frio, revela-se uma pessoa assustada quando trata-se de envolvimentos afetivos. Considera-se puro, e a pureza nas coisas e nas pessoas o atrai. Tem o péssimo habito de julgar as pessoas como sendo puras ou impuras e sua sinceridade pode assustar numa primeira impressão, a única motivação atual de Masato é sua lealdade a Athena e a busca por respostas. Por ter passado a grande parte de sua vida sozinho, Masato tem dificuldades para saber usar uma linguagem formal, e na maioria das vezes nem liga pra isso, e acaba parecendo rude. Certamente tem grandes dificuldades para confiar nas pessoas e quase nunca acredita totalmente em algo que lhe dizem, seu hábito de julgar as pessoas às vezes passa a impressão de que ele seja arrogante, mas esse jeito simplesmente foi o que o garoto achou para conseguir sobreviver diante das atrocidades que passou na vida.

Um ponto importante é que, por Masato não ter nenhum amigo e nunca ter tido o amor dos pais, quando considera alguém puro e começa admirar tal pessoa, o apego que ele sente é algo fora da normalidade, mas também quando considera alguém impuro, não há mais volta. Essa extremidade em ambos os sentimentos se deve pelo motivo do garoto não ter quase nunca se relacionado com outras pessoas.




História: A história começa em uma vila antiga, nos arredores do santuário, em uma noite de inverno que seria como todas as outras, o vento gelado correndo pelo local trazia um visitante misterioso a vila, era uma criança vagando perdida, nunca se tinha visto olhar mais triste e perdido do que o dessa simples criança, ele não carregava nada, além de suas roupas rasgadas e sua mentalidade extremamente afetada. O garoto trazia em suas costas a dor de ter perdido sua mãe assim que nasceu, ela tinha a saúde frágil e morreu durante o parto, e o paradeiro de seu pai era desconhecido. O garoto foi criado por uma família de fazendeiros que o maltratavam, o fazendo trabalhar dia e noite, às vezes o alimentando. Até que quando completou seis anos, conseguiu fugir. O garoto passou um tempo fugindo de mercadores de onde ele roubava comida para sobreviver e de outras crianças que o julgavam por ser um andarilho, a única motivação do garoto em sobreviver era descobrir o motivo de ter vindo ao mundo, já que só conheceu a desgraça desde que chegou a ele, e também, encontrar o seu pai. Agora, ele chegava a essa vila, carregando tal dor e sofrimento que não seria justo a nenhum ser vivo.

Ao chegar à vila, Masato foi surpreendido por um homem com um olhar espantado, ele aparentava já ter certa idade, mas mesmo assim era nítido que não era um homem qualquer.

- Hey, garoto... Não me diga... Seu nome é Masato, não é? Mesmo depois de tanto tempo, você continua com o mesmo olhar perdido... Não posso acreditar, o que seu pai me disse então... Não era brincadeira!

- Sim, meu nome é Masato, mas... Deve estar se enganando, eu não tenho pai, eu... Não tenho ninguém. Tais palavras saíram da boca do garoto, sem nenhum sinal de tristeza, nenhum sentimento era sentido nas palavras da criança, que continuava com seu olhar perdido.

Ao se aproximar do garoto, o senhor conseguiu perceber mais ainda o quanto aquele garoto tinha sofrido, sem que ele dissesse uma palavra, apenas o observando, observando suas roupas sujas e rasgadas, era nítido o quanto o garoto estava com fome e com frio, mesmo que não mostrasse nenhum sentimento.

- Masato... Perdoe-me! Há dois anos, o seu pai me procurou. Eu não posso te contar o motivo dele ter desaparecido, mas foi um pedido dele de que eu cuidasse de você. Procurei-te por toda parte, mas quem diria... O que seu pai disse era verdade. Há dois anos, ele me disse... Que você viria até aqui. Aquele homem... Realmente é surpreendente.

Ali, o futuro do garoto que jamais imaginaria tal cena acontecendo em sua vida, teria mudado. O homem era um conhecido da confiança de seu pai, que mesmo sem contar nada sobre o pai de Masato, o acolheu. O garoto, que já não tinha mais nada o que perder, apenas aceitou a moradia e alimentos que o tal senhor o proporcionava. O tempo passava, e quanto mais passava um pouco mais Masato se abria ao tal homem, o triste garotinho finalmente estaria se apegando a alguém. De dois desconhecidos, Masato e o tal senhor passaram a ser como mestre e aluno, além de vários ensinamentos sobre a vida, o senhor ensinou tudo sobre cosmo para Masato, e também algumas técnicas de luta.

Dias, meses, anos se passaram... E quanto mais o tempo passava, mais a evolução de Masato para as lutas era perceptível, até o próprio velho se surpreendia cada vez mais, a aptidão do garoto para lutar era algo digno de atenção. Já quanto à mentalidade de Masato, ele continuava alguém frio, distante, porém... Agora ele tinha alguém a quem agradecer. Durante todo o tempo que esteve junto de seu mestre, não teve um dia que Masato não questionasse sobre seu pai, porém, o homem sempre lhe dava a mesma resposta: "Desculpe... Eu prometi que não contaria nada, quando fizer 18 anos, vá ao santuário, você nasceu para lutar, e se tornando um cavaleiro, com toda certeza descobrirá o paradeiro de seu pai."

Mais tempo se passou, Masato completou 18 anos e seguiu os conselhos de seu velho, os dois já estavam íntimos e o garoto finalmente tinha achado alguém em que pudesse confiar, com a promessa de sempre o manter informado e visitá-lo, Masato partiu para o santuário.
Ao chegar lá, Masato foi surpreendido, pois o Grande Mestre já o conhecia. Parece que não só o seu mestre conhecido por todos como Suzaku, mas também, o pai de Masato já havia passado por lá e falado sobre ele. Masato foi testado, medido e dado como no nível de um cavaleiro de ouro. Masato, com a cabeça nas palavras de seu mestre, aceitou tal fardo, jurando lealdade a Athena e jurando também cumprir os deveres de um cavaleiro, mesmo que não se esquecesse de seus objetivos já conhecidos. Foi-lhe concedida a armadura de Peixes.




avatar
Masato
Aspirante

Aquário Mensagens : 2
Data de inscrição : 10/04/2015
Idade : 19

Dados do Saint
Cosmo:
100/100  (100/100)
HP:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha - Masato de Peixes

Mensagem por ADM Nachash de Mephisto em Seg Abr 13, 2015 8:59 pm

Observação Geral: Para não ser repetitivo nos três pilares avaliativos (Aparência, Personalidade e História). Adiantarei aqui que eu RECOMENDO um estudo melhor sobre pontuação gramatical. Eu não reprovo ninguém pelo conhecimento gramatical da pessoa contanto que suas palavras consigam ser bem expressadas. Apesar de que pelo que eu pude observar, seu ponto mais fraco foi seu conhecimento em pontuação, tal não foi motivo para uma reprovação. Apesar dos erros, consegue ser entendível. Logo, apenas te recomendo que se enriqueça melhor nesse quesito, pois está fraco.

Aparência: Pela imagem que você apresenta em seu perfil, dá a entender que seu objetivo na descrição da aparência é parecer com o personagem Albafica do TLC. Porém, '' Seus cabelos são brancos como a neve em ascensão no frio do inverno, a altura destes chega um pouco abaixo de seu pescoço'' o cabelo dele parece muito mais um azul claro do que branco neve, fora que seus cabelos são tão longos que vão bem além de do pescoço. Seria legal especificar melhor como é o tal ''colar'' que Masato sempre usa, nada obrigatório, é só uma opinião pessoal mesmo. Se não quiser, não precisa.

Personalidade: Nada mau aqui. Nenhuma crítica, fora a observação geral que eu já coloquei válida para todos os temas.

História: Sua História fica confusa com todo esse mistério de quem é seu pai ou como ele saberia certas coisas sobre o futuro. Porém, não criticarei essa parte, deve ser algo próprio que você pretende fazer no histórico do seu personagem.
Só que essa sua ''evolução'' como cavaleiro está ao nível de uma ficha de bronze. Edite evoluindo melhor isso. Um garoto que só treinou a vida inteira com um velho estranho que o ensinou algo sobre cosmo, mas que nem sabe-se a que nível de cavaleiro esse velho se compararia. Fica estranho entrar no Santuário, ser testado pelo Grande Mestre e de um Aspirante se transformar em um Cavaleiro de Ouro.
Terá que evoluir exatamente esta parte de como se torna um cavaleiro de ouro. Isso ainda está muito fraco para uma armadura deste rank.
Boa sorte.
avatar
ADM Nachash de Mephisto
Espectro Celeste

Mensagens : 50
Data de inscrição : 30/03/2015

Dados do Saint
Cosmo:
1000/1000  (1000/1000)
HP:
1000/1000  (1000/1000)
Nível: 4

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum